Unid. Saúde: (11) 5587-5757 | (11) 5584-0166 | (11) 2639-8064 | (11) 4112-4969    Unid. Ipiranga (11) 4561-6139   

Petrópolis Paulista: a história da fonte de água mineral

Quem imagina que em plena metrópole de São Paulo existe uma fonte de água mineral? A história dela é antiga. Na década de 1950, enquanto aguardavam o bonde passar na Parada Petrópolis, as pessoas aproveitavam para matar a sede e encher garrafões em uma fonte de água natural perto do ponto, onde hoje está a avenida Professor Vicente Rao, na Zona Sul.

“As pessoas vinham pegar o bonde para a região de Santo Amaro. O dono da fazenda vizinha à parada de bonde percebeu que as pessoas aproveitavam para coletar água”, conta Amilcar Augusto Lopes Júnior, um dos sócios-proprietários da Água Petrópolis Paulista. “Quando ele percebeu que era uma água de boa qualidade, passou a informação para o Departamento Nacional de Produção Mineral, que cuida das concessões, e obteve uma autorização pra envasar a água mineral, em 1955”.

O tempo, a expansão e o crescimento industrial colaboraram para a formação de uma empresa que envasava e distribuía água da fonte. No inicio dos anos 1990, novos pontos de captação de água foram criados, as máquinas ficaram mais sofisticadas, melhorando a qualidade e a distribuição da água. “Os aquíferos estão a 500 metros de profundidade, e não têm relação com a água de lençol freático, que estão a 20 metros”, explica Amilcar. “A gente chama de cristalina essa região de aquíferos confinados. É de lá que extraímos a água da fonte Petrópolis”.

Ou seja, mesmo com toda urbanização da cidade de São Paulo, a única fonte de água mineral natural continua extremamente pura e saudável como há 60 anos. 

Fonte: SP Curiosos