Unid. Saúde: (11) 5587-5757 | (11) 5584-0166 | (11) 2639-8064 | (11) 4112-4969    Unid. Ipiranga (11) 4561-6139   

Veja o que acontece quando você não bebe água

“Bebeu água? Não! Tá com sede? Tô”. Bom, se você se identifica com essa música, já começou errado. Esperar a sede chegar é um importante indício de que você bebeu menos água do que deveria. Só que essa ausência é sentida pelo organismo e provoca uma série de consequências, como a desaceleração do metabolismo, o ganho de peso e até mesmo rugas mais expressivas.

No verão, que é quando nós transpiramos mais, acabamos consumindo mais água, seja para refrescar um pouco ou para suprir as necessidades do organismo. E se mesmo no clima mais quente a ausência de líquidos já pode trazer males, como vômito, diarreia e desidratação; no inverno, os riscos são ainda maiores, alerta o clínico-geral Carlos Magno Pretti Dalapicola.

“Já no inverno, as pessoas transpiram menos e também bebem ainda menos água. Só que a quantidade ideal, assim como no verão, deveria ser 2 a 3 litros por dia. Isso reflete no corpo inteiro”, explica.

Sinais

O primeiro sinal do organismo de que você deve aumentar a ingestão de líquidos é a urina. O cheiro forte de ureia e a coloração escura são avisos de que algo ruim vem por aí.

“Essa urina carregada facilita, e muito, no aparecimento de uma infecção urinária, pois a urina fica mais tempo presa na bexiga, e a proliferação bacteriana ocorre livremente”, alerta.

Os famosos cálculos renais, os mais lembrados quando o assunto é falta de água no organismo, também são dolorosos. 

Mas os rins também podem sofrer de uma ameaça maior quando você bebe pouca água, lembra o clínico-geral. “O caso pode chegar ao extremo de você sofrer de insuficiência renal. Por falta de líquido no organismo, o bom funcionamento dos rins acaba ficando comprometido”, alerta.

E aí, já bebeu água hoje?

Fonte: Gazeta Online